Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing Engenharia de Materiais | Unidade Acadêmica do Cabo de Santo Agostinho
 

Engenharia de Materiais

Sobre o curso

O desenvolvimento de materiais novos e avançados, desde a concepção até o descarte, a um custo acessível e dentro de uma política sustentável, demanda uma intensa integração interdisciplinar. A Engenharia de Materiais tem esse caráter. Ela desenvolve conceitos de física e química e subdivide-se em quatro grandes áreas (polímeros, cerâmicas, metais e compósitos), além de abranger um amplo espectro de atividades que estão em constante mudança. O desenvolvimento contínuo dos materiais, através de cuidadosas combinações das propriedades mecânicas, químicas, térmicas, elétricas e magnéticas, fornece excelentes oportunidades para os avanços tecnológicos nas áreas de energia, meio ambiente e transportes. A matriz curricular do curso é composta, principalmente, por disciplinas que proporcionam um sólido embasamento em matemática, física e informática. Durante a graduação, o aluno tem a oportunidade de complementar a base teórica com atividades práticas, como experimentação em laboratórios e elaboração de modelos, tanto em instalações da universidade como em indústrias locais. A proposta de uma abordagem interdisciplinar decorre da concepção de que o processo de ensino-aprendizagem ocorre de maneira ativa e integra conhecimentos e saberes contextualmente situados. Nas diversas disciplinas que compõem a matriz curricular (especialmente nas disciplinas de Tópicos em Engenharia de Materiais), o estudante tem contato com metodologias e abordagens didático-pedagógicas interdisciplinares e participa da proposição e do desenvolvimento de projetos que envolvam diferentes disciplinas. Com a adoção da metodologia de aprendizagem baseada em projetos (PBL), o aluno é impelido a pensar na resolução de problemas (reais/hipotéticos, acadêmicos/industriais) que demandam a integração entre conhecimentos e saberes de diferentes áreas. Visitas técnicas a empresas do setor, participação em atividades extracurriculares (como eventos de extensão, congressos, exposições, concursos, premiações, seminários internos ou externos) também auxiliarão a formação do graduando. As atividades nas indústrias serão desenvolvidas a partir de convênios estabelecidos entre a universidade e empresas. Através de tais convênios, é possível ministrar aulas na indústria, realizar estágios e atividades de pesquisa e extensão contextualizadas, observando-se aspectos relativos à prática e à atuação do engenheiro de materiais. Adicionalmente, essas atividades executadas nas indústrias permitirão aos empresários locais uma melhor observação dos potenciais dos discentes, estimulando futuras contratações dos recém-graduados da instituição.

Perfil do egresso

O perfil diferenciado da UACSA permite, através de uma entrada única no curso de graduação em Engenharia de Materiais, uma formação intermediária de Tecnólogo em Gestão da Produção Industrial, oportunizando ao discente a entrada no mercado de trabalho ao final de 6 períodos (3 anos). A esse estudante também é ofertada a possibilidade de dar continuidade a sua formação após a obtenção do título de Tecnólogo em Gestão da Produção Industrial, com o intuito de obter o bacharelado em Engenharia de Materiais, em um período de até 2 anos após a conclusão do curso tecnológico. Dessa forma, é oferecida ao aluno a oportunidade de inserção rápida no mercado de trabalho, bem como o retorno à academia para obtenção do título de bacharelado posteriormente. O Tecnólogo em Gestão da Produção Industrial formado na UACSA estará apto a identificar e analisar as oportunidades de negócios na área industrial, coordenar equipes de produção e fazer diagnósticos e otimização de fluxo de materiais. O profissional formado na nossa instituição tem como principal diferencial o conhecimento dos materiais, o que fornece uma visão ampla voltada para os processos e os produtos na área de materiais. O domínio e aplicação das normas de segurança no trabalho e gestão ambiental são características do egresso em gestão da produção industrial. O profissional com a formação de bacharelado em Engenharia de Materiais poderá atuar, além do citado acima, no desenvolvimento de novos materiais, como também no estudo da relação estrutura / propriedade nos materiais tradicionais. Como resultado, espera-se que os engenheiros de materiais ocupem posições chave e assumam maiores responsabilidades na pesquisa, no desenvolvimento, nas operações e no gerenciamento das indústrias. A infraestrutura da UACSA, com seus laboratórios, convênios com o governo do Estado e as empresas do setor, além de integrações com Programas de Pós-Graduação, permitirá um curso voltado para o desenvolvimento de novas tecnologias e competências., preparando o profissional para uma carreira de liderança.

Mercado de trabalho

Atualmente, com o desenvolvimento do polos regionais de SUAPE e automobilístico, indústrias, refinaria, empresas prestadoras de serviços de projetos, montagem e manutenção industrial necessitam de profissionais com formação técnica para desenvolver diversas atividades. Com a oferta de cursos de graduação tecnológico e bacharelado, a UACSA/UFRPE busca atender aos anseios da comunidade local, regional, nacional e do MERCOSUL. O tecnólogo em gestão da produção industrial é um especialista em processos de fabricação. Ele estará habilitado a trabalhar principalmente na indústria, liderando a equipe de produção, fazendo a interface entre o engenheiro e os operários. Esse profissional também poderá atuar na elaboração de orçamentos, padronização, mensuração e controle de qualidade e execução de trabalho técnico. Os profissionais em Engenharia de Materiais a serem formados pela UFRPE estarão habilitados a atuar em diferentes setores relacionados com os diferentes grupos de materiais: cerâmicos, metálicos e poliméricos. São exemplos de campos de atuação das diferentes áreas de materiais: - Setor de materiais cerâmicos: indústrias de vidros e vidrados; de pavimentos e revestimentos; de utensílios sanitários e domésticos; de blocos, de tijolos e telhas; de cimento e argamassas; de processamento de argilas e outros minerais industriais; de materiais eletroeletrônicos; de materiais refratários, de membranas cerâmicas e de biocerâmicas. - Setor de materiais metálicos: indústrias metalúrgicas; siderúrgicas; automotiva; aeronáutica e aeroespacial; fiação e cabos elétricos; biomateriais metálicos. - Setor de materiais poliméricos e compósitos: indústrias de tintas e vernizes; de adesivos e colas; de tubos, filmes e fibras; de embalagens plásticas; de utensílios domésticos; de borracha; de plásticos; de calçados e materiais esportivos; de componentes eletrônicos e automotivos; de petróleo; de pneus e câmaras; de polímeros de engenharia; de biomateriais poliméricos; de compósitos de engenharia, como para os setores de energia eólica e solar. O profissional formado pela UACSA/UFRPE estará ligado a importantes áreas da Engenharia de Materiais, como indústrias de manufatura (especialmente na produção e processamento primário de metais), indústria de produtos eletrônicos e outros equipamentos elétricos, indústria de equipamentos de transporte e maquinário industrial. Poderá também atuar na área de prestação de serviços: engenharia, gerenciamento, pesquisa e teste. Poderá também desenvolver atividades científicas de pesquisas e de desenvolvimento tecnológico.

Informações do curso

Turno: Integral
Vagas: 120
Carga horária: 3.915 horas aula
Duração do curso: 10 semestres
E-mail: coordenacao.materiais.uacsa@ufrpe.br

Site: http://materiais.uacsa.ufrpe.br